PROA | Praticagem dos Rios Ocidentais da Amazônia

Facebook Twitter

24 anos de segurança da navegação nos Rios da Amazônia Ocidental

Cabeçalho

Seca Amazônica de 2011 - Navegação segura

A Amazônia Ocidental já começa novamente a ver os seus rios em regime de enchente após o longo periodo de vazante de 2011.

Apesar da preocupação natural de todos os protagonistas do segmento da navegação, a PROA, através do seu serviço de batimetria manteve os canais dos rios Amazonas e Solimões navegáveis durante a toda fase critica de seca, acompanhando de perto as mudanças produzidas pela natureza no leito dos rios.

Com isso a PETROBRAS manteve o escoamento continuo do petroleo e gás GLP produzido na bacia do Urucu, através do TESOL, em Coari, sem necessidade de custos e riscos extras com operações de transbordo ao longo do rio.

Na foto, tirada pela Prático Jacson Miranda, na lancha de sondagem AIRUWE, o navio tanque Cantagalo está operando no TESOL, no dia 14 de setembro de 2011.